Pular para o conteúdo

SINTSEF-BA participa de manifestação em Brasília

19/01/2022 – O SINTSEF-BA participou nesta terça-feira, 18, de um protesto em frente ao Ministério da Fazenda, em Brasília (confira imagens na galeria de fotos). A categoria está cumprindo um calendário extenso de atividades (veja agenda em nosso site) em torno de uma agenda de lutas que vai desde o reajuste linear para todo o funcionalismo, até a retomada de pautas anteriores como o fim da Reforma Administrativa e do teto de gastos.

A crise com servidores públicos foi iniciada com a declaração de Bolsonaro de que concederia reajustes apenas a carreiras ligadas à polícia, considerada base de apoio desse governo.  A promessa gerou reação imediata dos demais servidores federais. Uma onda de protesto que incluiu entrega de cargos e debate de paralisações teve início já no final do ano passado.

As mobilizações servem de aquecimento para a campanha salarial 2022. Na pauta está a cobrança de 19,99% de reposição salarial para todos os servidores federais. O índice corresponde a perdas inflacionários de 2019 a 2021, equivalente aos três anos de governo de Jair Bolsonaro (PL). Só em 2021 essa perda foi de 10,74%, que corresponde ao IPCA do período.

“Exigimos reajuste linear para todo o serviço público”, afirmou Ubaldo Santana, Coordenador Financeiro do SINTSEF-BA, que representou nossa entidade no ato. Ele lembra que os desafios são enormes, pois a base do sindicato está aposentada ou em vias de fazê-lo. Além disso, o novo ciclo de contaminação pela variante Ômicron da COVID-19 impede que movimentos de rua sejam organizados com a segurança necessária, sem que isso represente um risco de contágio para quem já está vulnerável. Para completar, 2022 é ano de eleição, o prazo hábil para a negociação de reajustes é curto. Como se fosse pouco, importa não esquecer que o governo Bolsonaro, mesmo dando sinais de esgotamento, não tem lógica, método, organização e, sobretudo, vontade política de assinar acordos que recuperem as perdas salariais e o poder de compra dos (as) trabalhadores (as).

Nesta quinta-feira, 20, às 09h, a categoria volta a se reunir em uma Planária Nacional online da CONDSEF/FENADSEF, que irá avaliar os atos de ontem e discutirá os próximos passos. A participação será aberta aos servidores e servidoras que tiverem interesse e poderá ser acessada pelo link a seguir, na plataforma Zoom: https://us02web.zoom.us/j/81920033038?pwd=bkhuMFY1b1dENmZUb2FyTkZub2pzQT09  Senha: 829803

 Participe e dê sua contribuição para a luta!

(Com informações da CUT)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.