Aeroportos têm novos protestos contra a PEC 32/2020 e a PEC23/2021

23/11/2021 – As manifestações contra a PEC 32, da Reforma Administrativa, e a PEC 23/2021, do calote dos precatórios, prosseguem nos aeroportos de diversas capitais do país. A manhã desta terça (23/11) foi marcada por novos protestos para recepcionar os parlamentares e pressionar pela rejeição dessas medidas retrógradas do governo Bolsonaro. O SINTSEF-BA e outras entidades representativas dos trabalhadores do serviço público levaram faixas e cartazes e conversaram com os parlamentares baianos, como Jorge Solla (PT-BA) e Daniel Almeida (PCdoB-BA)  que embarcaram para Brasília para o início de mais uma semana legislativa no Congresso Nacional (confira imagens em nosso site e redes sociais).

 A ação faz parte de uma estratégia nacional que busca mostrar aos deputados e senadores a importância de barrar a PEC 32/2020 da Reforma, que propõe o desmonte do Estado brasileiro. A Reforma Administrativa abre espaço à terceirização e privatização dos serviços públicos, destruindo os serviços prestados a quem mais os necessita. Tira a estabilidade dos trabalhadores, deixando-os vulneráveis para atender a interesses políticos de ocasião, ao invés dos interesses do povo.

 Para nós está claro que essa Reforma não combate privilégios no serviço público. Um estudo feito por Wellington Nunes (UFPR) e José Celso Cardoso Júnior (Ipea) comprovou que a remuneração acima do teto do funcionalismo público não está concentrada na base do Executivo e dos empregados públicos que há anos enfrentam o congelamento salarial e a corrosão do seu poder de compra. Está claro que a elite do funcionalismo público federal é bem fácil de ser encontrada, principalmente, entre promotores, juízes e parlamentares que ficaram de fora e, portanto, não serão afetados pela na proposta de Reforma Administrativa apresentada pelo governo.

“A PEC32 quer, na prática, substituir os servidores de carreira por apadrinhados políticos e cabos eleitorais, que terão cargos públicos sem precisarem enfrentar um concurso”, alerta Pedro Moreira, Coordenador Geral do SINTSEF-BA.

 Quem não puder ir aos atos nos aeroportos, pode participar da mobilização virtual! Acesse o “Na Pressão” – https://napressao.org.br . Marque parlamentares nas redes e cobre um voto em defesa dos serviços públicos e do Brasil, um voto CONTRA a PEC 32. O recado continua sendo o mesmo: quem vota contra os direitos do povo, não merece nosso voto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *