Manifestantes recepcionam parlamentares no aeroporto

18/10/2021 – A mobilização contra a Reforma Administrativa não para. Na tarde de ontem, dia 18, dia dos comerciários, o SINTSEF-BA esteve mais uma vez presente em um ato no aeroporto para recepcionar parlamentares baianos e alertá-los para os perigos da PEC 32/2020. Juntamente com outras entidades, a manifestação mostrou aos presentes no local os impactos que uma aprovação da PEC teria no serviço público e na população que depende desse serviço. O Senador Jaques Wagner (PT-BA) e a Deputada Federal Alice Portugal (PC do B – BA) aliados das causas dos trabalhadores, passaram por lá e reiteraram seu apoio à nossa luta. Se aprovada, a reforma Administrativa destruirá os serviços públicos, afetando todos os brasileiros, que já lutam pela sobrevivência e sofrem todos os tipos de ataques do governo de Jair Bolsonaro (ex-PSL). A mobilização faz parte da onda de resistência contra o projeto que vem ganhando força a cada dia nas ruas e nas redes. Confira fotos e vídeos em nosso site e em nossas redes sociais.

Enquanto o governo insiste em penalizar servidores públicos, não demonstra o mesmo rigor com bancos e grandes empresas, sonegadores de valores bilionários, que seguem sendo beneficiados com incentivos fiscais e outras benesses, mesmo que há anos sangram os cofres públicos impunemente. Trabalhadores não podem ser os únicos a arcar com as consequências da má gestão dos recursos públicos. E não acredite nas mentiras dos governistas: a Reforma Administrativa vai retirar direitos dos atuais e dos futuros servidores públicos das três esferas (federais, estaduais e municipais) e não resolverá o problema dos gastos públicos. Trabalhadores do serviço público não são os inimigos do Brasil! “A pandemia já mostrou que o serviço público é de importância fundamental para garantir proteção a quem mais precisa, aos pobres e vulneráveis, que já sofrem com o abandono do Estado”, destacou Celso Fernandes, Coordenador de Comunicação e Imprensa do SINTSEF-BA. Além de serem contra o sucateamento do Estado e a retirada de direitos, os servidores estão empenhados de proteger o patrimônio nacional, que pertence a todos os brasileiros. Por um serviço público, gratuito, de qualidade e com servidores valorizados. Até a vitória!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *