Foco no resgate de direitos será eixo de lutas do Congresso da CUT

Foco no resgate de direitos será eixo de lutas do Congresso da CUT

7 de outubro de 2019

07/10/2019 – O 13º Congresso Nacional da CUT “Lula Livre” – Sindicatos Fortes, Direitos, Soberania e Democracia acontece a partir desta segunda-feira (7) até quinta (10), na Praia Grande, no litoral de São Paulo. São esperados mais de dois mil delegados e delegadas, homens e mulheres, do campo e da cidade, sairão de suas cidades em todas as regiões do País. Também participarão do Congresso mais de 100 sindicalistas de 50 países e representantes dos movimentos sociais das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

07/10/2019 – O 13º Congresso Nacional da CUT “Lula Livre” – Sindicatos Fortes, Direitos, Soberania e Democracia acontece a partir desta segunda-feira (7) até quinta (10), na Praia Grande, no litoral de São Paulo. São esperados mais de dois mil delegados e delegadas, homens e mulheres, do campo e da cidade, sairão de suas cidades em todas as regiões do País. Também participarão do Congresso mais de 100 sindicalistas de 50 países e representantes dos movimentos sociais das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Ao longo da semana, durante o 13º Concut, participantes e delegados ajudarão a definir as resoluções que servirão como referência para construção do caderno-base do Concut. O roteiro de atividades visa provocar os debates a partir das bases, inclusive dos locais de trabalho. Pela conjuntura que estamos vivendo no país há uma necessidade cada vez maior de os trabalhadores participarem da construção das resoluções que vão guiar as ações da Central no próximo período.

Quinta maior central sindical do mundo, a CUT impressiona também quando se analisa os dados de seu Congresso. Esses milhares de delegados mostram a preocupação da CUT com a democracia. Desde o Congresso anterior, a Central contempla a paridade e estabelece um método de trabalho, durante o Congresso, que a aproxima ainda mais da base. Dessa forma, a CUT vai se tornando uma central ainda mais próxima e representativa da classe trabalhadora.

“É por isso que desde 2016, estamos imbuídos da complexa tarefa de enfrentar e combater a coalização de forças golpistas que tomou de assalto o poder e vem destruindo o país”, afirma Vagner Freitas, Presidente Nacional da Central. A luta é pela reversão da retirada de direitos conquistados em décadas de luta pela classe trabalhadora e enfraquecendo cada vez mais os sindicatos, seu principal instrumento de luta em defesa do emprego, do salário, de melhores condições de trabalho, para restaurar a democracia e colocar o país novamente no rumo do crescimento e do desenvolvimento. Uma tarefa grandiosa que a CUT e seus sindicatos vem desempenhando nestes anos com grande esforço e competência, embora também com dificuldades.

(Fonte: CUT)



SINTSEF

O Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado da Bahia – SINTSEF/BA, foi fundado em 27 de agosto de 1989 e possui como lema ser: um elo de solidariedade e luta


Contate-nos

Ligue pra gente



Últimas Notícias



Cadastre o seu e-mail


Tópicos