Pular para o conteúdo

CONAB e EBSERH fizeram um dia de lutas em todo o país

  • Conab, Ebserh

11/02/2022 – Trabalhadores da CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento – e da EBSERH – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – realizaram um protesto nacional durante todo o dia de ontem, 10, para destravar negociações emperradas há quase três anos. Com o apoio do SINTSEF-BA e entidades nacionais representativas, o “Dia Nacional de Luta” mobilizou as duas categorias e promoveu reflexões sobre a importância da unidade para superar os desafios.

Na tarde dessa quarta-feira, 9, a direção da EBSERH encaminhou uma nova proposta para o ACT 2020/2023 a todos os empregados e empregadas da empresa, enquanto ainda estava no meio de uma reunião com representantes da categoria. A atitude da empresa de “vazar” a proposta foi alvo de repúdio da CONDSEF/FENADSEF e entidades, pois gerou muita confusão e dúvidas entre os empregados. A próxima reunião com a empresa está prevista para o dia 17 desse mês.

O clima geral é de grande expectativa, mas as entidades recomendam cautela e reforçam a importância da mobilização nesse momento. “A própria atitude da empresa em apresentar essa nova proposta já é fruto desse nosso movimento vitorioso”, destaca o secretário-geral da CONDSEF/FENADSEF, Sérgio Ronaldo da Silva. “Cabe aos empregados fazer uma leitura atenta e criteriosa dessa nova proposta que será remetida a assembleias. A decisão da categoria é soberana”, reforçou.

Dirigentes do SINTSEF-BA visitaram as unidades das duas empresas e conversaram com trabalhadores e trabalhadoras. “Precisamos uns dos outros para caminharmos fortes e com segurança. O sindicato por si só não garante nada, necessita do apoio dos seus filiados para ter representatividade. Assim como a indignação não é só de um grupo, a luta do SINTSEF-BA representa a categoria por inteiro e trará benefício para todos”, explicou Celso Fernandes, empregado da CONAB, Coordenador de Comunicação e Imprensa do SINTSEF-BA e Diretor Estadual da ASNAB.

Pedro Moreira, Coordenador Geral do SINTSEF-BA, por sua vez também reforçou que a categoria não está isolada: “Somos todos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público federal, a despeito de nossas especificidades, por isso é tão importante realizarmos atividades em conjunto, como a luta contra a Reforma Administrativa. A direção do sindicato sozinha não vai fazer a diferença nas negociações com o governo e os gestores. Isso é feito com gente na rua e pressionando e é o que esperamos ver também aqui”.

(com informações da CONDSEF/FENADSEF)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.