Web ato político-cultural celebra 222 anos da revolta dos búzios

  • Populares

Todos os anos, a celebração acontece na Praça da Piedade, em Salvador, com uma aula pública, que conta também com a tradicional participação e apoio do sindicato. Este ano, por conta da pandemia, a atividade será essencialmente virtual. Mas ainda assim está prevista no local, às 10h, a colocação de corbélias de flores nos bustos dos mártires.

O ato político-cultural é promovido pela CONEN – Coordenação Nacional de Entidades Negras em Rede/Articulação Panafricanista e será transmitido a partir das 16h, ao vivo, pela TV CAM (emissora da Câmara Municipal de Salvador, canal 61.4) e pela página da TV e Rádio Câmara Salvador no Facebook (@tveradiocam). O Coordenador de Políticas Sindicais do SINTSEF-BA, Antonio Capila Sobrinho, representará o sindicato no evento e comentará sobre a data histórica e os 40 anos da Marcha da Consciência Negra Zumbi Dandara.

A Revolta dos Búzios, também conhecida como Revolta dos Alfaiates e Conjuração Baiana, ocorreu em 1798, em Salvador, hoje é vista como um dos movimentos emancipacionistas mais importantes do Brasil. O movimento tinha um avançado programa de defesa dos direitos humanos, com destaque para a abolição da escravatura. Suas marcas permanecem simbolicamente presentes nas pautas antirracistas da atualidade e pela operacionalização de ações afirmativas na saúde, saneamento básico, emprego e renda, moradia e educação.