SINTSEF-BA defende a democracia no 07 de Setembro

  • Populares

08/09/2021 – Enquanto golpistas apoiadores de Jair Bolsonaro defendiam pautas autoritárias e excludentes, com ataques à democracia e às instituições, como as ameaças ao Congresso Nacional e o Judiciário, o SINTSEF-BA, a CONDSEF/FENADSEF e suas entidades filiadas, apoiadas pela CUT, defenderam a democracia e o impeachment do presidente.

O sindicato participou mais uma vez do Grito dos Excluídos, tradicional manifestação na semana da pátria, que chegou à sua 27ª edição em 2021. O Grito tem como pautas prioritárias a vida, a democracia, a igualdade de oportunidades e a luta por direitos.

Cada vez mais fica claro que tínhamos razão em tudo aquilo que denunciávamos desde o impeachment de 2016 e durante as eleições presidenciais de 2018: as mentiras por trás desse projeto golpista, marcado pelo completo desprezo às demandas dos trabalhadores e o interesse em destruir o serviço público.

Nossa caminhada seguirá pela trilha das liberdades individuais e coletivas, respeito às diferenças e dos valores democráticos, na luta contra a privatização, o desmonte do serviço público e contra toda forma de opressão. Este ano, o combate à Reforma Administrativa foi um dos destaques da mobilização. A PEC 32/2020, proposta pelo governo Bolsonaro, é uma ameaça perigosa ao serviço público e seus trabalhadores e trabalhadoras.  

“A reforma favorece a corrupção e dá margem à perseguição política de servidores (as) que não se sujeitarem aos desmandos dos gestores”, adverte Pedro Moreira, Coordenador Geral do SINTSEF-BA. Na prática, essa medida dá carta branca para políticos dominarem completamente a máquina estatal. O servidor que se recusar a obedecer uma ordem antiética poderá ser demitido.

Confira fotos e vídeos da participação do SINTSEF-BA no Grito dos Excluídos em nosso site e redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *