Povo volta às ruas do país neste sábado, 19, pelo #ForaBolsonaro

  • Populares

16/06/2021 – Depois das gigantescas manifestações do #29M, a população brasileira voltará às ruas neste sábado, 19/06, ainda mais organizada para fortalecer o grito em defesa da democracia e da vida: Fora Bolsonaro! As entidades já se articulam para ampliar o movimento e reforçar os alertas para as necessárias medidas de segurança: o uso de máscaras, álcool 70% e evitar pontos de aglomeração.

Vários segmentos de trabalhadores estarão presentes nas ruas em todo Brasil e a Bahia não poderia ficar de fora. Na terça-feira à noite o SINTSEF-BA participou da reunião de organização convocada pela CUT: em Salvador, a programação deverá ter início na praça do Campo Grande, centro da cidade, às 14 horas. A caminhada seguirá em direção ao Porto da Barra, onde novas manifestações estão previstas. Em Serrinha-BA, a concentração começa às 9h na Praça da Estação. O Sintsef Núcleo Nordeste estará por lá, protestando e ajudando a organizar a caminhada até a Praça Luiz Nogueira.

A pauta dos protestos é contra o descaso que permitiu o avanço da pandemia no Brasil (e já matou quase 500 mil pessoas), contra a falta de vacinas para combater a Covid-19, a fome, o desemprego, os ataques aos indígenas, aos negros, ao meio ambiente. Os servidores públicos têm um motivo a mais para o protesto: o avanço da PEC32 da Reforma Administrativa no Congresso Nacional.

A Reforma e ainda deixa a população sem um bom atendimento, privatiza o serviço público e abre espaço para corrupção. A PEC nº 32 quer tirar estabilidade do servidor e com isso abrir caminhos para contratação de pessoas apadrinhadas por políticos sem compromisso com a qualidade do serviço prestado e a ética pública.

Para Pedro Moreira, Coordenador Geral do SINTSEF-BA, a Reforma Administrativa é mais um engodo programado para aumentar os lucros da iniciativa privada e acabar de vez com o modelo de serviço público, gratuito e de qualidade que defendemos. “Se hoje está ruim, por falta de investimentos públicos, ficará ainda pior depois da Reforma”, alerta. Já vimos esse filme antes com as reformas trabalhistas e da previdência, que tantos danos provocaram. Precisamos impedir que mais esse ataque aos nossos direitos avance no Congresso Nacional.

Neste sábado, 19/06, vamos voltar às ruas, tomando os devidos cuidados, e lutar pelo que é nosso. Vacina sim! Não à PEC 32 da Reforma Administrativa. Defenda o serviço público. Fora Bolsonaro!