Pular para o conteúdo

Milhares vão às ruas em defesa da democracia

  • Populares

11/08/2022- Em mais um dia de mobilização histórica, milhares de pessoas saíram às ruas de todo o país em defesa da democracia e em repúdio aos ataques ao Estado Democrático de Direito promovidos sistematicamente pelo governo Bolsonaro. O protesto também defendeu o fim da gestão de Jair Bolsonaro e seu governo de práticas genocidas, que ameaçam todas áreas que deveria proteger. O SINTSEF-BA foi uma das entidades que se juntaram à CUT e outras centrais sindicais, movimentos sociais e populares no ato, realizado em diversas capitais brasileiras.

Durante o manifesto, foi lida a Carta às Brasileiras e Brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direitos. O documento visa combater as notícias falsas e ataques contra as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro e já acumula mais de 840 mil assinaturas entre juristas, professores, artistas, atletas, políticos e sociedade civil contra a postura golpista de Bolsonaro. O ex-presidente Lula também assinou a carta nesta segunda-feira, 8.

A carta, elaborada na Faculdade de Direitos da Universidade de São Paulo (USP), une todos os setores da sociedade contrários às declarações bolsonaristas contra o resultado das eleições, às fake news sobre as urnas eletrônicas e contra os ministros do país.

O Presidente da República precisa ser responsabilizado pelos diversos crimes cometidos durante sua gestão. Além da negligência na condução do enfrentamento à pandemia de COVID-19, que já causou a morte de mais de 681 mil pessoas, Bolsonaro será lembrado pelos ataques constantes às instituições democráticas e, não menos importante, o aprofundamento da miséria com o retorno da fome aos lares brasileiros. Por isso é tão importante exigir o fim desse (des)governo.

“No momento em que diferentes setores se unem contra o fascismo e o autoritarismo, estamos nas ruas mais uma vez para reafirmar nossa posição de defesa intransigente da democracia, da vida e de serviços públicos gratuitos, universais e de qualidade”, declarou Pedro Moreira, Coordenador Geral do SINTSEF-BA. A luta do sindicato sempre estará a serviço de uma nação soberana, que se constrói com democracia e participação social e nenhum direito a menos. Confira mais imagens em nosso site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.