Congresso

Superando adversidades, Congresso da CONDSEF/FENADSEF consolida unidade entre servidores do Executivo

17/12/2019 – Mesmo com uma delegação reduzida, o SINTSEF-BA participou do XIII Congresso da CONDSEF e do IV Congresso da FENADSEF, cumpriu seu papel de protagonismo nas lutas dos trabalhadores e na defesa do serviço público. Os congressos ocorreram simultaneamente em Brasília no último fim de semana. Os participantes discutiram o cenário de desmonte e possibilidades de saída para a crise instalada no país desde o golpe de 2016. Com chapa única, a CONDSEF/FENADSEF definiu a direção da entidade para os próximos quatro anos e apontou calendário de lutas já a partir de janeiro. O secretário-geral da Confederação, Sérgio Ronaldo da Silva foi reconduzido ao cargo

SINTSEF-BA participará dos Congressos da CONDSEF/FENADSEF

10/12/2019 – O SINTSEF-BA prepara-se para participar dos congressos simultâneos da CONDSEF e FENADSEF, que terão início nesta sexta-feira, 13, em Brasília. Este ano, o tema da delegação do sindicato será “Na arte e na luta a gente se encontra”, com a imagem de um berimbau. A ideia é fazer frente aos constantes ataques do governo e seus seguidores à arte e à cultura do Brasil (sobretudo a cultura negra, no deboche com a escravidão). Escolher um símbolo cultural e também de luta, como o berimbau, tradicionalmente associado à capoeira, equivale a ressaltar a importância da cultura negra da Bahia (e do Brasil) bem como a reforçar o chamado à luta contra o racismo e contra qualquer projeto de opressão.

Foco no resgate de direitos será eixo de lutas do Congresso da CUT

  • Eventos

07/10/2019 – O 13º Congresso Nacional da CUT “Lula Livre” – Sindicatos Fortes, Direitos, Soberania e Democracia acontece a partir desta segunda-feira (7) até quinta (10), na Praia Grande, no litoral de São Paulo. São esperados mais de dois mil delegados e delegadas, homens e mulheres, do campo e da cidade, sairão de suas cidades em todas as regiões do País. Também participarão do Congresso mais de 100 sindicalistas de 50 países e representantes dos movimentos sociais das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.