Veja Também

58f331da-c951-46de-b8fb-1def4fef18a1

SERVIDORES (AS) DO INCRA PARALISAM ATIVIDADES POR 24 HORAS

06/06/2024 – Trabalhadores(as) do INCRA na Bahia estão engajados na mobilização nacional do setor e paralisaram suas atividades por 24h. Em Salvador, a categoria também promoveu um ato na porta do órgão, no Centro Administrativo, com a presença do SINTSEF-BA. As assembleias realizadas por todo o país foram unânimes em rejeitar a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governo em reunião no dia 2 de maio, referente a reajuste de 9% em janeiro de 2025 e 3,5% em maio de 2026, para os servidores dos níveis intermediário e superior, e de apenas 9% para os servidores do nível auxiliar, dividido em duas parcelas de 4,5%, pagas respectivamente em janeiro/2025 e maio/2026.

Em parceria com outras entidades que defendem os interesses do setor, a CONDSEF/FENADSEF enviou ofício ao Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) comunicando a decisão da base e encaminhando uma contraproposta de tabela salarial do setor. No mesmo documento, a Confederação encaminhou uma contraproposta de tabela salarial do setor, que busca reduzir o impacto orçamentário da proposta original a partir de uma significativa redução dos valores previstos nos primeiros 15 níveis das tabelas remuneratórias, mantendo as diretrizes e critérios constantes da proposta inicial, que são:

a) Equiparação total das tabelas das carreiras de Reforma e Desenvolvimento Agrário e de Perito Federal Agrário;
b) Valorização da relação Vencimento Básico e GDARA, na proporção de 70/30 entre o VB e a GD em todos os níveis;
c) Implementação da proporção de 70% do valor da tabela de Nível Superior para o Nível Intermediário e 70 % do Nível Intermediário para o Nível Auxiliar, dentre outros.

A representante do SINTSEF-BA e também da Associação do Servidores do INCRA Bahia (Assincra/BA), Argentina Lopes, ressaltou ainda que uma boa proposta do Governo não vai cair do céu. “É a nossa força que vai determinar o tamanho da nossa vitória”, destacou. Pedro Moreira, Coordenador Geral do SINTSEF-BA, fez coro à declaração: “Nossas conquistas não foram alcançadas sem luta. E para garanti-las e ampliá-las, o caminho ainda é o mesmo: fortalecer a participação e a mobilização”.
(com informações do SINDSEP-DF e CNASI-NA)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Compartilhe: