Veja Também

767ea647-1a10-4b03-abd0-157e3c962e4e

MAIORIA APROVA ACORDO QUE TROUXE AVANÇOS E ENCERROU GREVE NA EBSERH

09/05/2024 – A força da mobilização venceu outra vez. Trabalhadores(as) reunidos (as) em assembleias realizadas em 19 estados por entidades filiadas à Condsef/Fenadsef aprovaram proposta final da empresa, mediada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), em processo de conciliação para buscar solucionar conflito que mantinha greve em 16 estados (SC, AP, BA, CE, ES, GO, MG, MT, PA, PR, PE, PI, RJ, SP, SE, TO) e o Distrito Federal.

Em doze estados (AP, ES, MA, MG, MT, PE, PI, PR, RJ, RS, SP, TO) e o DF as assembleias aprovaram por maioria o fim da greve e autorização para firmar o ACT 2024/2025. Em seis estados (BA, CE, GO, PA, SC e SE) a maioria disse não à proposta mediada no TST. A categoria tinha até o meio dia de hoje para decidir.

A deflagração da greve gerou reação imediata da empresa, que solicitou mediação do TST. Após processo de conciliação, debate e assembleias, a maioria decidiu de forma soberana aprovar a assinatura do ACT 2024/2025.

Com resultado, a maioria autoriza e a Condsef/Fenadsef foi ao TST e formalizou o acordo mediado. “Entendemos que a proposta ficou distante das necessidades apresentadas em nossa pauta, mas em contrapartida considerou que a judicialização da greve, com julgamento de dissídio coletivo, poderia trazer consequências indesejáveis para o movimento. Ademais, a pressão do movimento grevista trouxe avanços em relação à proposta inicial da EBSERH”, avaliou Alessandro Cerqueira, Coordenador de Políticas Sindicais do SINTSEF-BA e trabalhador da EBSERH.

Apesar de avanços reconhecidos, especialmente em cláusulas sociais, o ACT 2024/2025 só foi possível com muita luta a partir de um impasse insolúvel na discussão sobre cláusulas econômicas com a empresa. Celso Fernandes, Coordenador de Comunicação e Imprensa do SINTSEF-BA, destacou a garra dos companheiros e companheiras da EBSERH. “A Bahia mostrou mais uma vez o seu potencial de resistência, mas nesse momento é preciso saudar todos(as) os(as) empregados(as) da Ebserh como um todo, pela coragem de lutar pelos seus direitos sem abrir mão das suas conquistas”.

Confira abaixo os pontos principais do acordo
• Reajuste de 3,09% (80% do INPC) para o ACT 2024/2025, retroativo a 1º de março, e o reajuste salarial de 100% do INPC sobre salários e benefícios para o ACT 2025/2026
• Auxílio-alimentação R$800 em 2024 (retroativo a 1º de março)R$1.000 a partir de março de 2025
• Auxílio creche Ampliar valor de R$213,96 para R$484,90 (retroativo a 1º de março)
• Auxílio saúde Aumento equivalente ao INPC saúde, passando de R$180,68 para R$190,65 (retroativo a 1º de março)
• O acordo também prevê a manutenção das cláusulas sociais já negociadas e apresentadas pela empresa no último ofício SEI nº 101/2024/PRES-EBSERH. A empresa também assegura o abondo dos dias parados com reposição de 50% das horas.

(com informações da CONDSEF/FENADSEF)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Compartilhe: