Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

28/08/2019
SINTSEF-BA - Três décadas de resistência e luta em defesa do serviço público

30 anos de lutas em defesa do serviço público e dos seus trabalhadores e trabalhadoras

28/08/2018 - O SINTSEF-BA completa nesta quarta-feira 30 anos de lutas com muita coragem para enfrentar os desafios. As comemorações precisarão ficar para um outro momento a ser divulgado, em vista, justamente, da gravidade dos ataques desferidos contra o serviço público e seus trabalhadores neste momento. É preciso focalizar na construção da resistência. 

Ao longo dessas três décadas, a entidade manteve-se compromissada com uma pauta que inclui a vontade de preservar o serviço público, de torná-lo cada vez mais universal, gratuito e de qualidade, bem como à construção da unidade na luta e a valorização dos seus trabalhadores.

Filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e à Confederação Democrática dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (CONDSEF/FENADSEF), o SINTSEF-BA é parte da história da organização dos servidores públicos brasileiros, que se uniram para reivindicar a ampliação dos seus direitos à época da Assembleia Nacional Constituinte. 

Curiosamente, o SINTSEF-BA surgiu num contexto político bastante similar ao atual, guardadas as devidas proporções. Em 1989, no mesmo ano em que o sindicato foi fundado, pela primeira vez seriam realizadas eleições diretas para Presidente da República após a ditadura militar. O governo Fernando Collor, foi eleito graças a uma agenda moralizante e tão enganosa quanto a de Bolsonaro. Como agora, foi uma gestão marcada por grandes escândalos de corrupção e desmandos, além dos graves ataques ao serviço público e aos trabalhadores. Sem esquecer no tristemente memorável episódio do Plano Collor e do confisco das cadernetas de poupança, promoveu uma reforma administrativa que demitiu servidores, colocou outros em disponibilidade, extinguiu órgãos estratégicos e arrochou salários, num evidente descompromisso com seus eleitores e com o país.

O SINTSEF-BA surge em meio a toda essa turbulência e já disposto a construir e organizar sua base. Até a Constituição de 1988, servidores públicos não podiam se organizar em sindicatos, diferentemente de outras categorias profissionais. Pleiteavam, entre outras coisas, o direito de sindicalização e livre organização sindical, melhores condições de trabalho, serviço público de qualidade para a população, o direito de greve e isonomia salarial. 

Se ao longo dessas trés décadas, a necessidade de unificar e organizar  a classe trabalhadora para defender e ampliar direitos nunca saiu do horizonte de demandas do SINTSEF-BA, não é preciso muito esforço para perceber o quão isso ainda é importante e necessário nos dias de hoje. 

O golpe de 2016, que criou um impeachment para facilitar a implantação de uma agenda econômica que aprofunda a miséria e só interessa aos mais ricos, fez com que o sindicato intensificasse essas ações de formação, organização e mobilização em sua base.  Nas ruas ou nos auditórios, na capitais ou no interior, só ou em conjunto com outras categorias, o sindicato continua cumprindo sua missão. 

A frente de lutas não para de crescer e mesmo que a cada dia surjam novos desafios, também aumentam os aliados. O SINTSEF-BA estará sempre ao lado dos setores mais progressistas da sociedade, que ainda acreditam num país mais justo e igualitário. Reafirma, em mais esse aniversário, que continuará nessa linha de resistência, organizando a luta e defendendo direitos de sua base, por quanto tempo mais for necessário.