Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

24/05/2019
SINTSEF-BA e FENADSEF repudiam fechamento de unidade da CONAB.

24/05/2019 - A Federação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal divulgou nota em repúdio ao fechamento da Unidade Armazenadora da CONAB em Juiz de Fora (MG) que tem a responsabilidade de armazenar estoques públicos.

O SINTSEF-BA também vê com muita preocupação o fim das atividades da Unidade, pois a ação enfraquece o papel social da CONAB, que perde a relevância ao deixar de contribuir para a regularização do abastecimento e garantia de renda ao produtor rural na região, omitindo-se de formular e executar as políticas públicas de que é encarregada. Com sede em Brasília, a Companhia implementa ações em todo o território nacional por meio de sua rede de superintendências regionais e unidades armazenadoras, realizando ainda ações de cooperação internacional.

A criação e manutenção de estoques reguladores de alimentos é uma política pública executada em diversos países do mundo para equilibrar os efeitos de crises no abastecimento e evitar, com as reservas, a especulação e as oscilações de preços. Exemplos da importância dessas ações no Brasil são as políticas de combate à pobreza, a partir dos anos 2000, cujos resultados levaram à emblemática saída do país do mapa da fome da ONU. Esse sucesso não seria possível sem os programas avançados de garantia de Preços Mínimos e Aquisição de Alimentos executados pela CONAB.

Descomprometido com qualquer iniciativa que promova a inclusão social com ênfase na redução das desigualdades sociais, o atual governo não tardou em promover a quebra dessa estrutura de combate à fome no país. Não por acaso, já na campanha eleitoral, Bolsonaro anunciava que iria acabar com as empresas públicas, como a CONAB, e entregá-las à iniciativa privada.

Em fevereiro deste ano, o atual presidente da Companhia, Newton Araújo, afirmou em seu discurso de posse que pelo menos 67 dos cerca de 180 armazéns que a empresa conta atualmente seriam colocados à venda. Embora muitas dessas unidades apresentem problemas estruturais e até já estejam sucateadas, isso decorre justamente pela falta de investimentos do governo nessa área tão estratégica.

O fechamento do armazém de Juiz de Fora ocorre nesse contexto. Agora este tentáculo do desmonte avança também sobre a nossa base. As unidades de Entre Rios e Santa Maria da Vitória estão na lista de fechamentos. São polos importantes para os pequenos produtores, que serão penalizados, sem contar com a transformação na vida dos trabalhadores dessas unidades: poderão ser redistribuídos, ficando submetidos à opção de terem de trabalhar em outras unidades/cidades e ao abandono de sua estrutura familiar na cidade de origem.

Por isso, O SINTSEF-BA endossa a nota da FENADSEF, diz NÃO ao desmonte da CONAB e rejeita também “essa política de ‘corte de gastos’ que, de fato, corta os meios que tem o Estado de assegurar o desenvolvimento econômico e a soberania nacional”.

Confira a íntegra da nota.

 

MOÇÃO APRESENTADA PELA FENADSEF (Federação nacional dois Trabalhadores no Serviço Público Federal)

Contra o fechamento da unidade da Conab em Juiz de Fora

Nesta quarta-feira, 22 de maio, fomos surpreendidos com a notícia do fechamento da Unidade Armazenadora da Conab em Juiz de Fora (MG). A Conab é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Na unidade de Uberlândia, que é chamada pela companhia de unidade armazenadora por possuir diferentes tipos de armazém, há silo de búfalo, um armazém graneleiro, inaugurado em 2010, e armazéns convencionais para estocagem de produto ensacado.

Todos sabemos que a capilaridade da Conab em todo o território nacional é a essência do seu funcionamento na execução das políticas sociais de regulação de estoques, armazenamento, programas de aquisição e distribuição de alimentos, vendas em balcão para dar sustentabilidade à pequena produção agropecuária.

Fechar uma unidade da Conab é fechar um poro por onde respira a economia de toda uma microrregião ou mesmo toda uma região de nosso país.

Rejeitamos essa política de "corte de gastos" que, de fato, corta os meios que tem o Estado de assegurar o desenvolvimento econômico e a soberania nacional.

Em defesa da Conab!

Não ao fechamento da Unidade de Juiz de Fora!

Brasília, 22 de maio de 2019.

 

Sergio Ronaldo – Secretário Geral

Edison Cardoni – Secretário Jurídico

Jussara Griffo – Secretária de Administração