Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

27/11/2018
Encontro na CONDSEF/FENADSEF traça estratégias para defesa da CONAB.

27/11/2018 - Servidores públicos, agricultores familiares, lideranças de movimentos sociais e outros representações da sociedade civil estão se mobilizando para barrar o desmonte na Companhia Nacional de Abastecimento – a CONAB. Desde ontem, 26, por exemplo, o Coordenador de Comunicação e imprensa do SINTSEF-BA, Celso Fernandes, também empregado da CONAB, participa de atividades na CONDSEF/FENADSEF que discutem formas de resistência a mais esse ataque ao patrimônio público anunciado pelo próximo governo. Vários estados também já realizam assembleias nos locais de trabalho em defesa da empresa e a continuidade de seus serviços, que são fundamentais para a agricultura do País.

A CONAB é uma das empresas públicas que estão na mira do presidente eleito Jair Bolsonaro. Já na época da campanha eleitoral, a empresa foi citada em seu programa de governo associada ao “debate sobre privatização” e “eficiência econômica”. Para Bolsonaro, é preciso “extinguir e privatizar" parte das estatais brasileiras, que ele classifica como “gastos desnecessários”.

A CONAB é essencial para garantir o abastecimento e a segurança alimentar no Brasil

 Além de compra de produtos quando o preço de mercado está abaixo do chamado preço mínimo a companhia tem instrumento para interferir no mercado vendendo produtos quando o valor de mercado estiver muito alto. A companhia atua ainda na compra de produtos provenientes da agricultura familiar.

Para entidades como a Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil (CONTRAF), filiada à CUT, além do SINTSEF-BA e da CONDSEF/FENDASEF, o governo faria melhor se pensasse em termos do fortalecimento das atividades da Empresa, como: ampliação das unidades armazenadoras; política de garantia de preços mínimos (PGPM); agricultura familiar e programas sociais como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), venda em balcão e doações; valorização dos empregados. (com informações da CONTRAF-CUT).