Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

12/11/2018
CONDSEF/FENADSEF e filiadas participarão do Dia Nacional de Lutas com a CUT.

12/11/2018 - A Diretoria Executiva da CONDSEF/FENADSEF, conforme resoluções da Reunião do Conselho Deliberativo de Entidades, realizada na última sexta-feira, 09, convocou sua base para participar, no dia 22/11, do Dia Nacional em Defesa da Previdência Social e do Ministério do Trabalho. Atos e protestos serão realizados conjuntamente com a CUT e demais centrais sindicais e entidades dos movimentos sindicais e sociais. O momento é de luta e resistência contra o fim das aposentadorias e o fim do Ministério do Trabalho e Emprego.

A “reforma’ da Previdência já vem sendo elaborada pela equipe de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O objetivo das entidades sindicais é alertar a população sobre as mudanças nas regras de aposentadoria que são prejudiciais aos trabalhadores. “Não dá para fazer uma reforma às pressas, de forma estabanada e autoritária, sem discutir as alterações com a sociedade”, disse o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre.

Em 2017, conseguimos impedir a votação da reforma da Previdência com a histórica greve geral de 28 de abril. Foi o recado dado pela classe trabalhadora ao governo golpista de que a sociedade brasileira não aceita a reforma porque ela significa o fim da aposentadoria.

Mantivemos nossas bases em estado de alerta e de mobilização ao longo dos meses seguintes, pressionando os parlamentares em suas bases eleitorais, e conseguimos que a votação fosse adiada. Mas os golpistas não desistem. Por isso, o SINTSEF-BA reforça as convocações da CUT e da CONDSEF e orienta os trabalhadores para que se mobilizem com o objetivo de paralisar suas bases em todas as regiões do país no dia da votação. Impedir a aprovação da reforma da Previdência é o principal desafio do momento, mas também é preciso manifestar o repúdio à ideia de extinguir o Ministério do Trabalho, também anunciada por Bolsonaro.

Para derrotar o governo golpista, é preciso paralisar os locais de trabalho, fazer atos e manifestações, ocupando ruas e praças, e pressionar os parlamentares em suas bases eleitorais.

ASSEMBLEIA GERAL

Nesta quarta-feira, 14, os trabalhadores estarão reunidos em assembleia na sede do SINTSEF-BA, às 09H, na sede do sindicato, em Salvador, quando este e outros temas serão debatidos. A executiva da Condsef/Fenadsef também aprovou a produção de um documento contendo a plataforma dos servidores federais, que será entregue à Comissão de Transição do novo governo. Também será preparada uma carta de repúdio contra a extinção do Ministério do Trabalho.

(com informações da CUT e CONDSEF/FENADSEF)