Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

05/11/2018
Lideranças sindicais avaliam conjuntura pós-eleições.

05/11/2018 - O cenário político e econômico do Brasil após as eleições e as medidas já anunciadas pela equipe de transição do novo presidente eleito serão avaliados no Encontro de Lideranças Sindicais, que acontece nesta terça-feira, 06, às 10h, na sede do SINTSEF-BA, em Salvador. Ameaças já anunciadas, como as privatizações e a aprovação de uma proposta de Reforma da Previdência ainda mais radical e excludente para a classe trabalhadora, somam-se a outros anúncios ainda mais preocupantes, como a desastrosa ideia de fundir os ministérios da Agricultura e Meio Ambiente, rechaçada por especialistas e até mesmo por setores aliados.

O SINTSEF-BA e entidades filiadas à CUT e à Condsef/Fenadsef, que representam a maioria dos servidores do Executivo, estão na linha de frente de oposição a essas medidas que aprofundarão o desmonte do setor público e o ataque a direitos dos trabalhadores. O que se tem se visto até aqui é novamente o incentivo a privatizações que transferem para o mercado especulativo internacional lucros de estatais e setores estratégicos para o Brasil. A Petrobras já rende lucro para empresas estrangeiras e a Eletrobrás e bancos públicos também estão na mira do setor privado. A própria reforma da Previdência, que seguimos combatendo de forma intensa, abre um campo promissor para o mercado privado de aposentadoria.

A Reforma Trabalhista, que faz prevalecer o negociado sobre o legislado e desvaloriza o papel dos sindicatos também é outro desafio que os trabalhadores precisarão estar preparados para enfrentar nesse novo contexto de retrocessos. O movimento sindical não será derrotado, mas os trabalhadores deverão intensificar a unidade e a atuação no campo político, ampliando suas estratégias de diálogo com as bases. Isso será fundamental para combater, por exemplo, a disseminação de “fake news”, arma que seguramente voltará a ser utilizada pelos inimigos do povo, como no período eleitoral, para semear a desinformação e desarticular a mobilização.

A atividade desta terça servirá, especialmente, para ouvir os representantes dos trabalhadores nos órgãos e conhecer melhor suas dificuldades e seus anseios. Será uma grande oportunidade para fortalecer laços e trocar ideias. O intercâmbio de experiências ajudará a aproximar os setores, conhecer os avanços e as necessidades de cada um e discutir juntos as melhores maneiras de estruturar a luta.