Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

11/09/2018
Ato dos intoxicados da FUNASA abrirá dia de protestos em Brasília.

11/09/2018 - Brasília terá um dia de intensas manifestações de servidores públicos federais nesta quinta-feira, 13/09, data prevista para a posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli. Os protestos começarão logo pela manhã, às 9h, quando a Condsef/Fenadsef, a Fenasps e a CNTSS reunirão as suas bases para promoverem um ato em defesa dos servidores intoxicados da Funasa (ex-Sucam).

Muitos servidores que atuaram no combate a doenças como malária, dengue, febre amarela e utilizaram produtos tóxicos sem adequada proteção, hoje enfrentam problemas graves de saúde. Muitos deles já faleceram vítimas desses problemas. A situação desses servidores já chegou a ser reconhecida como questão humanitária.

Vários trabalhadores continuam sofrendo sem que o governo reconheça efetivamente os casos como acidente de trabalho. O objetivo é garantir suporte para tratamento desses trabalhadores e suas famílias.

Os servidores lutam para garantir adendo a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 17/2014, de autoria do senador Valdir Raupp. A proposta de emenda busca conceder indenização, tratamento médico e psicológico aos ex-servidores da extinta Sucam e seus familiares, afetados por doença grave em decorrência de contaminação de DDT e Malathion.

A manifestação servirá de aquecimento para a Marcha Em Defesa dos Direitos no período da tarde. Para entender e conhecer mais a história desses servidores intoxicados, assista no Youtube a uma série de reportagens feita pela TV Câmara:

https://www.youtube.com/watch?v=b_qFWGU4i2A&t=45s

(Fonte e imagem: Condsef)

Setembro Amarelo

Na próxima quinta-feira, 13/09, às 10h, o Sintsef-BA engaja-se na Campanha do Setembro Amarelo e promove, na sua sede, em Salvador, uma discussão sobre o tema do suicídio com o psicólogo Djalma Andrade. O movimento mundial que considera o ato de tirar a própria vida como um problema de saúde pública adotou o mês de setembro e a cor amarela para conscientizar a população sobre essa realidade e mostrar que, segundo a Organização Mundial da Saúde, existe prevenção em mais de 90% dos casos.

Dados divulgados pelo Centro de Valorização da Vida (CVV) mostram que o suicídio mata 1 brasileiro a cada 45 minutos e 1 pessoa a cada 45 segundos em todo o mundo. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. É a quarta causa mais comum de morte de jovens.

A atividade é desenvolvida pelo Sintsef-BA, em parceria com a GEAP. Denilva Barbosa Barros, Assistente Social da GEAP, também confirmou presença. O evento ainda contará com a presença de um professor de Educação Física, apresentando o Programa de Ginástica Laboral.