Sintsef-BA participa da reunião do CDE da CONDSEF. - Arquivo de Notícias - SINTSEF - Bahia

Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

07/06/2018
Sintsef-BA participa da reunião do CDE da CONDSEF.

07/06/2018 – Nesta quarta-feira, 06, o Conselho Deliberativo de Entidades (CDE) reuniu-se em Brasília, na sede da Condsef,  para discutir o cenário político e econômico atual e encaminhar a mobilização. O Sintsef/BA esteve presente no evento, representado por Ubaldo Santana e Erilza Galvão (também dirigente da Condsef). Dentre os pontos debatidos, o enfrentamento das ameaças à classe trabalhadora foram destaque. Nessa quinta, 7, a entidade e suas filiadas participam de atividades em todo o Brasil pela revogação da Emenda Constitucional (EC) 95/16, que congela investimentos no setor público por 20 anos,e pauta de reivindicações que reúne pelo menos outros 30 itens.
 
Estratégias para barrar as tentativas do governo golpista de reduzir mais direitos dos trabalhadores seguem na ordem do dia. O aprofundamento do abismo em que o país se encontra desde o golpe, que destituiu uma presidenta legitimamente eleita, indica a necessidade de ampliarmos a organização para resistir. Frente a tamanha crise, os trabalhadores são novamente convocados a pagar pelos seus efeitos. E a “solução” proposta pelos golpistas para resolvê-la tampouco é nova: restrição de direitos, avanço das privatizações, contingenciamento de verbas e investimentos para as áreas mais vulneráveis.
 
Em Brasília, pela manhã, entidades que compõem os fóruns dos federais (Fonasefe e Fonacate) buscam uma audiência o Ministério do Planejamento. A tarde uma atividade está programada em frente ao Bloco C. A pauta de reivindicações específica dos federais foi entregue oficialmente pela Condsef/Fenadsef e sindicatos filiados no dia 19 de fevereiro. Na mesma data, Fonasefe e Fonacate protocolaram a pauta geral do funcionalismo público no Planejamento.
 
Entre as principais reivindicações dos servidores estão a correção salarial com aplicação do índice de 25,63% (Dieese); extensão dos índices da Lei 13.464/2017 para todos os servidores públicos federais; cumprimento de todos os acordos assinados em 2015; e a aplicação do valor mínimo de 50% de contrapartida nos planos de saúde.
 
Pela revogação da EC 95 e em defesa dos serviços públicos e da soberania nacional se juntam também aos federais outras entidades representativas de empregados de estatais como a Petrobras, Eletrobras, estudantes e entidades da sociedade civil organizada.
(com informações da CONDSEF)
 
EBSERH
 
O Comando Nacional de Greve da EBSERH divulgou nota na manhã de hoje. Após reunir-se ontem à noite, na sequência de uma reunião com as entidades ocorrida na EBSERH, sentaram-se para elaborar o relatório com as atividades, informes, orientações e recomendações para a categoria. Diante da constatação de que existiam pontos da Minuta de ACT 2018/ 2019, enviada pela Empresa, que necessitavam de alguns esclarecimentos ou correções, decidiram buscá-los antes de concluírem os informes para apreciação dos trabalhadores. A nota adverte que os textos de Minuta de ACT 2018/ 2019 que circulam na categoria, sem autorização de socialização do Comando, devem ser desconsiderados. Representantes dos trabalhadores buscam, pessoalmente junto à Empresa, esclarecimentos para os pontos difusos, para então finalizarem o Relatório e encaminhá-lo à categoria junto com a Minuta corrigida. O Comando Nacional continuará atualizando a categoria e entidades filiadas de todas as tratativas do processo negocial.