Por Lula livre e pela democracia, é hora de reforçar a luta. - Arquivo de Notícias - SINTSEF - Bahia

Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

09/04/2018
Por Lula livre e pela democracia, é hora de reforçar a luta.

Foto: Ricardo Stuckert

09/04/2018 - O enfrentamento do golpe está longe do fim. A condenação sem provas e a prisão arbitrária de Luís Inácio Lula da Silva não representam o encerramento de nossos esforços em torno da construção de um país mais justo e solidário. O mais novo episódio do golpe de Estado cometido pelas oligarquias brasileiras, apoiadas pelas forças conservadoras da mídia e do Judiciário, foi orquestrado com o evidente intuito de impedir que a maior e mais popular e expressiva liderança política brasileira desde Getúlio Vargas disputasse as eleições e voltasse ao poder.

Como diversas lideranças nacionais e internacionais de esquerda tem apontado, esse golpe não é só contra o Lula, mas contra os avanços da América Latina e todas as conquistas que os governos progressistas conquistaram nos últimos anos. Lula é um dos principais líderes ainda atuante e por isso está sofrendo esses ataques do capitalismo para desestabilizá-lo. Libertar Lula, nesse momento, é defender a democracia.

Foi somente com um processo forjado, sem provas, repleto de irregularidades e ilegalidades que fabricaram essa condenação. Toda a inacreditável agilidade do processo judicial de exceção é compreendida quando observado que ele lidera as pesquisas de opinião com folga, e venceria no segundo turno em todos os cenários. Lula é um preso político.

Por isso mesmo, a sua libertação, nesse momento, implica na defesa do Estado Democrático de Direito, assaltado pelo Golpe. A Central Única dos Trabalhadores conclamou suas bases a permanecerem em estado de mobilização e lembrou que a defesa dos direitos trabalhistas e sociais atacados ou ameaçados é também uma defesa da Democracia e do direito de escolhermos um candidato à presidência da República. Não podemos recuar. A melhor maneira de libertar Lula será através da organização e a mobilização, com o povo na rua. O Sintsef-BA abraça essa ideia. Junte-se a nós nesta luta.