Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

02/03/2018
Secretário do MS é vaiado na Conferência Nacional de Vigilância em Saúde.

Foto: Divulgação

01/03/2018 - Sob fortes vaias e gritos de “golpista” e “Fora, Temer!”, começou nesta terça-feira (27), em Brasília, a 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde. O evento reúne mais de 2 mil pessoas de todos os estados do Brasil  e é promovido pelo Conselho Nacional de Saúde, tendo como tema “Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público de Qualidade”.

As vaias foram dirigidas ao secretário de Vigilância em Saúde do Ministério, Adeílson Cavalcante, que representava o ministro da Saúde, Ricardo Barros, e compôs a mesa de abertura da atividade. Seu discurso foi abafado pelos protestos de acadêmicos, especialistas, conselheiros de saúde, trabalhadores, usuários e gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) presentes na cerimônia. O Coordenador de Políticas Sindicais do Sintsef-BA, Antônio “Capila” Sobrinho, também participa da Conferência, representando a Condsef/Fenadsef (confira vídeos da abertura em nossa página no Facebook).

A 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde surgiu a partir dos resultados da 15ª Conferência Nacional de Saúde, em 2015, que mostrou a necessidade de se discutir o tema de forma mais específica no âmbito do SUS. Ela também é fruto dos debates de centenas de conferências municipais, estaduais, distritais, macrorregionais e plenárias realizadas ao longo de 2017 em todo o Brasil.

Como a Condsef, o Sintsef-BA também defende o avanço no controle social na gestão das políticas de saúde para melhorar e resgatar da Saúde Pública Brasileira. Para Antônio Capila, "é preciso sempre voltar aos termos da Constituição: saúde é um dever do Estado e um direito do cidadão e cidadã. Portanto, o caminho que temos a seguir é o caminho da luta e do enfrentamento", afirmou. A conferência prossegue até o próximo dia 2 de março. A programação está disponível no site do evento –  http://www.cnvs.org.br