Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

31/10/2017
Dirigentes do Sintsef-BA participam de Congresso da ISP, em Genebra.

Teve início nesta segunda-feira, 30 de outubro, em Genebra, na Suíça, o 30º Congresso da Internacional de Serviços Públicos (ISP). 110 anos após a conferência inaugural da entidade, trabalhadores de todo o mundo voltam a se reunir para rejeitar a privatização da vida, revelar as contradições da ideologia de mercado, defender soluções alternativas para a crise financeira mundial e reafirmar com forte convicção: “As pessoas acima do lucro”(lema da atual edição do Congresso)! Edvaldo Pitanga e Erilza Galvão, dirigentes do Sintsef-BA, estarão representando a Condsef (filiada à ISP) no evento.

Ao lado do secretário geral da Condsef, Sérgio Ronald, e de diversos representantes de servidores públicos de todo o mundo, discutirão a agenda ultraconservadora implantada em vários países, que ameaça direitos trabalhistas e promove o desmonte no serviço público. O Congresso segue até a próxima sexta, dia 3 de novembro, no Centre International de Conférences, Genève.

A Condsef/Fenadsef vai denunciar o governo ilegítimo do Brasil e apresentar propostas aprovadas na Plenária da CUT de enfrentamento ao avanço das políticas neoliberais que estão sendo implantadas no mundo inteiro.

A ISP é uma federação sindical global dedicada à promoção de serviços públicos de qualidade em qualquer lugar do mundo. Seus membros, dos quais dois terços são mulheres, trabalham em serviços públicos das três esferas, em áreas como cuidados de saúde, serviços comunitários e em serviços públicos de distribuição, como água e eletricidade.

A entidade reúne mais de 20 milhões de trabalhadores, representados por mais de 700 sindicatos em 154 países e territórios. A ISP defende os direitos humanos, promove a justiça social e o acesso universal a serviços públicos de qualidade, além de trabalhar com o sistema das Nações Unidas e em colaboração com entidades da sociedade civil, sindicatos e outras organizações. O movimento sindical é, sem dúvida, o maior movimento democrático do mundo. A ISP é reconhecida como representante dos trabalhadores do setor público dentro desse movimento.

(Fontes: ISP/Condsef)