Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

29/08/2017
CUT completa 34 anos e debate os rumos do país em Congresso Extraordinário.

29/08/207 - Teve início nesta segunda-feira, 29/08, data em que a Central completou 34 anos, o 15º Congresso Extraordinário e Exclusivo da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Cerca de 800 delegadas e delegados de todo o Brasil e de 27 países, vieram a São Paulo para o evento. A CUT iniciou o debate de seus rumos como maior central sindical da América Latina celebrando o centenário da primeira greve geral no Brasil e os 100 anos da Revolução Russa.

Na cerimônia de abertura, cada um dos 27 estados homenageou diversas pessoas que lutaram pela classe trabalhadora. Entre os citados estavam o seringueiro Chico Mendes, a psiquiatra Nise de Silveira, o trabalhador rural Nativo da Natividade, o antropólogo Darcy Ribeiro, Margarida Alves, entre outros.

 

O presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, abriu oficialmente o evento. “Esse Congresso é para que vocês saiam daqui energizados para a luta diária nas ruas. A imprensa e as elites já noticiaram que tudo está perdido, mas nós achamos que outro mundo é possível.”, afirmou.

 

É uma Plenária Estatutária que se transformou em um Congresso Extraordinário devido à gravidade do momento em que Brasil passa. “Muita coisa mudou desde o 12º Congresso da CUT, que aconteceu em 2015. A presidenta Dilma Rousseff estava no começo de sua segunda gestão em que o cenário era outro. Agora temos um presidente não eleito para executar um projeto derrotado nas últimas três eleições e que tira direito do povo todos os dias”, enfatizou a secretária-geral adjunta, Maria Faria.

 

Para a Central, o Congresso também tem a missão de atualizar coletivamente a análise de conjuntura, as estratégias e o plano de lutas construindo a unidade com os movimentos sociais. Só assim será possível enfrentar efetivamente os retrocessos para a classe trabalhadora, lutar em defesa da democracia e por um país mais justo.

 

O Congresso Extraordinário da CUT já teve etapas preparatórias em todas as regiões do país, indicando sugestões e proposições de trabalhadores e de trabalhadoras para contribuir com as resoluções da Nacional para o próximo período. (Fonte: CUT)