Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

18/08/2017
FENADSEF PEDE IMEDIATA ABERTURA DE NEGOCIAÇÕES DO ACT 2017/2018 DA CONAB.

Novamente a CNTC (que nada tem a ver com os trabalhadores da Conab) atrapalha as negociações do ACT.

Com toda arrogância, a CNTC  se autoproclama "entidade representativa dos empregados da Conab com reconhecimento por meio de decisão transitada em julgado no TST é a CNTC".

A CNTC não cita o número desse suposto processo porque sabe que ESSA AFIRMAÇÃO É FALSA, TAL DECISÃO DO TST SIMPLESMENTE NÃO EXISTE.

O que, sim, existe, é uma decisão no processo TST-AIRR – 1969 – 57. 2011.5.10.0003, do ano de 2011. Nele, o TST negou à CONDSEF legitimidade para representar, em grau superior, os empregados da Conab por não possuir registro sindical. Foi com esse argumento (ausência de registro) que a antiga diretoria da CONAB conseguiu afastar juridicamente dos ACTs a representação histórica dos empregados da CONAB. Por que a antiga diretoria da CONAB fez isso? Cabe a ela explicar.

Hoje a situação é completamente diferente. Os sindicatos gerais dos servidores e empregados públicos federais construíram a FENADSEF, entidade de caráter nacional, que recebeu registro sindical número 46206009969/2015-25 no qual está explícita a representação legal dos empregados públicos, categoria dos empregados da Conab.

Em Assembleias de base realizadas em todo o país a FENADSEF foi autorizada a negociar pelos empregados públicos da CONAB e elegeu uma Comissão de Negociação que entregou a pauta à CONAB dia 14.06.17.

O que os trabalhadores da Conab não precisam é de “assistência” por parte de entidade interessada apenas no imposto sindical e que mesmo indagada jamais respondeu quanto recebeu desse imposto descontado dos empregados da Conab e o que fez com esse dinheiro em favor dos empregados da Conab.

Somos contra o imposto sindical ou outra medida que o substitua. Defendemos que os trabalhadores se filiem, participem e contribuam espontaneamente para suas entidades sindicais. Defendemos o sindicalismo independente do estado e dos patrões!

A FENADSEF repudia a decisão dos representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio – CNTC de impor aos empregados da Conab, a sua exclusividade nas negociações em torno do Acordo Coletivo de Trabalho 2017-2018 dos trabalhadores da CONAB, bem como a subordinação da Comissão Nacional dos Empregados – CNE. Os assim denominados representantes da categoria, num flagrante exemplo de prática antissindical, abandonaram a Mesa de Negociação com a Comissão Patronal em retaliação à presença de representantes da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros – Fisenge, que também participariam dessa rodada de discussões.

 Enfatizamos nosso apoio e reconhecimento à participação da Fisenge como uma entidade parceira e habilitada a conduzir conosco as negociações do ACT. A Fisenge tem uma história de mais de duas décadas de atuação em defesa dos trabalhadores de sua base e de um país mais justo. Assim, a sua participação representará uma voz importante e a mais para fortalecer a defesa da pauta de reivindicações dos trabalhadores. 

Ao obstaculizar as negociações do ACT, a CNTC, com essa orientação, só mostrou que não estão preparados para defender os interesses da maioria dos trabalhadores da CONAB. 

Nos tempos em que vivemos, quando direitos conquistados à custa de muito tempo e esforço seguem sendo retirados  a toque de caixa por um governo ilegítimo e sem representatividade, é preocupante que os ditos representantes dos trabalhadores também passem a contribuir com a causa patronal, promovendo a desagregação em nome de interesses obscuros.

 A FENADSEF reconhece que a FISENGE e a FNE são outras representações legitimas de segmentos da categoria e defende que se construa a unidade de todos os empregados, nas mobilizações em defesa das reivindicações e na mesa de negociação, buscando, inclusive, o apoio político da ASNAB para defender nossos direitos e reivindicações.

 A FENADSEF não se rende à pauta dos patrões. Nosso compromisso, como nossa trajetória comprova, é com a organização e o fortalecimento da luta dos trabalhadores que representamos.  Seguiremos construindo a unidade de classe com o objetivo defender e ampliar os direitos da categoria, à revelia da intervenção de entidades de aluguel. 

Nada pode obstar o início das negociações. Só depende da direção da CONAB.

Pela imediata abertura de negociações!

Pelo atendimento das reivindicações da pauta básica apresentada em 14.06.17 pela FENADSEF!

VAMOS TOMAR CONTA DO QUE É NOSSO!!!

FENADSEF