Arquivo de Notícias

ARQUIVO DE NOTÍCIAS

13/06/2017
Dia 30 de junho é dia de GREVE GERAL na Bahia e no Brasil.

O Sintsef-BA fará assembleia geral no dia 20 para convocar a sua base

 

Sessenta dias depois da maior greve geral da história recente do Brasil, os trabalhadores voltarão a cruzar os braços pela saída imediata de Michel Temer, que permanece no poder mesmo após ser flagrado com provas contundentes de corrupção, organização criminosa e obstrução da Justiça, e pela suspensão de suas reformas que retiram direitos dos trabalhadores. No dia 30 de junho, as principais centrais sindicais estarão mais uma vez nas ruas, com uma nova greve geral que promete ser ainda maior que a anterior. A greve está sendo organizada pelas centrais sindicais CUT, CTB, UGT, NCST, Força Sindical e movimentos sociais e populares.

 

Antes, no dia 20/06, próxima terça-feira, as entidades organizarão um prévia, com paralisações e atos nas principais cidades do país ao longo do dia. Em Salvador, também no dia 20, o Sintsef-BA convocou uma Assembleia Geral na sua sede, em Salvador, às 09h, para debater e construir a adesão da base dos servidores públicos federais baianos à greve. Na sequência, no início da tarde, o sindicato comparecerá à Caminhada, convocada pelas centrais com saída do Campo Grande, região central da capital baiana.

 

 

A  Central Única dos Trabalhadores da Bahia (CUT-BA) tem reafirmado suas bandeiras de lutas e levado milhares de trabalhadores às ruas de Salvador nos últimos meses. “A primeira questão da classe trabalhadora é que se parem no Congresso as reformas. É 'Fora Temer' e convocação de eleições gerais no país. Os trabalhadores não têm confiança nesse governo, muito por conta da falta de legitimidade. A população foi enganada com a história de que a recessão era culpa do antigo governo. Enquanto isso, desemprego está aumentando, políticas sociais das pessoas mais pobres foram todas destruídas”, afirmou o presidente Cedro Silva.

 

 

Para a Condsef, a construção desse novo calendário de lutas é uma oportunidade importante para assegurar o aumento da adesão de trabalhadores nesse movimento antirreformas. É preciso cobrar que o governo ilegítimo de Michel Temer interrompa essa política de austeridade com a classe trabalhadora e comece a atacar setores que continuam sendo protegidos, como os casos recentes em que bancos tiveram dívidas bilionárias com o Estado perdoadas. (com informações da CUT-BA)

 

Justiça Fiscal

 

23 de Junho é o Dia Mundial dos Serviços Públicos. Esta data foi estabelecida pela ONU em 2003, e nesse dia, sindicatos, movimentos sociais e ONGs de todo o mundo organizam ações para sensibilizar a todos(as) sobre questões como a necessidade do financiamento dos serviços públicos para o desenvolvimento, para o combate da pobreza e da desigualdade social. Neste ano de 2017, a Internacional de Serviços Públicos (ISP) escolheu a Justiça Fiscal como tema para as ações do Dia Mundial dos Serviços Públicos e unirá vozes para falar defesa de políticas públicas com trabalho decente; denunciar e exigir que as multinacionais paguem os seus impostos; e exigir que os Estados cumpram o seu papel de zelar pelo bem comum através da arrecadação fiscal justa, sem privilegiar as corporações com isenções fiscais que resultam na falta de recursos, deteriorando os serviços públicos e nossas comunidades. (fonte: ISP)

 

Feriado 

 

Em virtude do feriado de Corpus Christi, o Sintsef-BA não funcionará nos dias 15 e 16/06 (quinta e sexta-feira). Retornaremos ao funcionamento normal na próxima segunda-feira.